Se eu fosse um coqueiro

sexta-feira, abril 28, 2006

Bisotino

Qualquer coisa que acontece, acontece aqui. O tempo eh curto. Sonhe, aproveite a vida, fale, grite..... e continue. Alcancar eh o que todos tentam, mas acorde, voce vive!
Loucamente procurei te encontrar, sem nunca saber onde te achar. So...
Enquanto vc dorme, tu nao imaginas, mas a minha loucura te alcanca. A saudade eh a dor mais profunda que eu ja senti, mas sem ela, eu nao teria o que eu tenho hoje. So. Eu to louca.
Eu sei que qualquer um sabe, mas eu mesmo me conheco; Eu me escuto,eu sei meus gestos, eu sei. Eu sei aonde minhas lagrimas alcancam, eu nunca fui tao longe...
O que eu quero falar? A frase... As vezes doi sentir na hora errada, mas a hora errada pode ser a unica.
Talvez por pena, voce nunca alcancara
O meu caminho eh diferente, talvez o unico que eu consegui achar.
Para eu por um ponto final eh preciso mais que um ponto, eh preciso o final do jogo; Para ganhar, eh preciso perder primeiro.
O sentimento eh claustrofobico, ele atormenta, ele machuca;
O sentimento eh aquilo que esta sempre latente, noite e dia, nunca ausente;
Enquanto voce me olha, eu so consigo me calar.......So.....
A dor que eu sinto, eu sinto por voce,
A dor que eu sinto, eu sinto por amor.
Voce correu demais, ultrapassou os meus limites, sem saber o meu limite, e assim na tremedeira, eu encontro o labirinto, e entre a esquerda e a direita, eu encontro o vazio;
Um buraco fundo, um grito alto, falta de tudo, vacuo, neblina.
A bolha explode, o mundo se expande........ e eu ainda estou aqui.......
No final tudo doi, tudo machuca, mas se nao fosse assim, como seria??

terça-feira, abril 25, 2006

Procurei fumaca no escuro.
Abri os olhos para enxergar um quarto vazio, com portas fechadas, paredes brancas;
Imagens de coisas distantes.....
Teto, que com toda capacidade de ir longe, nao alcancei.
Vou falar de mim, de pedra, de graos que se espalharam e assim nao mais se juntaram.
A dor passou pela minha fortaleza e alcancou minha fraqueza.
Pisando em terra seca, a agua que senti nos pes era a que escorria pela face, o silencio era o que eu dizia. Minha mente trabalhava em uma noite pertubada, nao sabia se eu me olhava, ou se eu me esquecia. Passava um filme na cabeca, eu nao tinha um controle para ali mudar o canal, com os olhos embassados assim vi ate o final.

segunda-feira, abril 24, 2006

Que grande es tu coracao, que caminha sem razao;
Que bate descompassado;
Que acelera com sentido, e que para se atingido;
Que perde o rumo se inseguro;
Que bombeia o sangue contaminado pelas veias de um passado;
Que inocente cresceu pelo amor,
E que pequeno se tornou pela dor.

Entre tuas mentiras e meu segredo esta nossa verdade.....

Que eu te pegasse desprevenido no que um dia preveu;
Que imaginou por um momento e que depois esqueceu;
Que eu chorasse nos seus sonhos, mas que acordasse com meu sorriso.
Que o meu ponto nao seja de um final, porque minhas vistas alcancam mais longe, e bem perto um dia compreenderas um ponto de partida.
Sou um despercebido, que um dia apenas percebeu a sua lingua, e entre tantas formas de falar, eu so queria uma forma de explicar o que eh amar....
CLAUDIA

segunda-feira, abril 17, 2006

Sentado percebi que...
Quebrou o vaso, ficaram os residuos, rasgaram as folhas e com o quente ficaram as cinzas.
O assopro veio de perto, e tao longe eu via. No sangue correu positivo, transformando o que estava flutuando em ideia fixa.
Eu, produzindo com a mente que queima, fervendo de alegria, voltada para o tempo corrido.
Nos pes, o suporte de uma farta ansiedade;
No peito, o cofre sem combinacao;
Nos bracos, um caminho para as maos chegar e ali as marcas de grandes esforcos para o sonho alcancar;
Na cabeca, o que nao passou e a cor do aprendizado,
Nos olhos, o reflexo de tudo que ainda nao havia enxergado........ .
CLAUDIA. 2004

Se eu fosse um coqueiro....: April 2006


Ah! Se eu fosse um coqueiro, nasceria no lugar certo...
Queria ter sido a ave, mas nao aquela que foi atingida;
Queria ter sido o mar, mas nao o morto;
Queria escrever errado, mas nao minha propria lingua;
Queria ter sido nada, mas nao na vida de quem para mim era tudo;
Queria que a vida fosse uma passagem, mas nao so de ida.
Eu queria muitas coisas, mas nao sem merecer.
claudia.